Tratamento para a gota - ácido úrico

Postado por Práticas Alternativas em terça, fevereiro 28, 2017 Em: Por condição

Suspenda o uso de alimentos cárneos (principalmente suínos e embutidos), pescados, bebidas alcoólicas, fumo, café, chá-preto, refrigerantes, ovos, cereais secos (feijão, lentilha, grão-de-bico, soja) e chocolate - esses alimentos são produtores de ácido úrico. Utilize dieta rica em alimentos alcalinizantes e diureticos. Pratique exercícios físicos moderados e tome banhos de sol matinais. Beba água pura e fresca abundantemente.

TRATAMENTOS

Hortaliças 

Beterraba, Cenoura e Pepino • Suco combinado. Tomar 250 ml pela manhã, em jejum. 
Cebola • Suco diluído em água. Tomar 3 xícaras ao dia. Incluir na alimentação na forma de saladas cruas. 
Couve • Cataplasma quente das folhas cozidas em vapor. Renovar a cada 1 hora. Suco das folhas e talos. Tomar 1 xícara de manhã, em jejum. 
Rábano • Suco diluído em água. Tomar 1 xícara antes das refeições.

Frutas 

Limão • Tomar suco puro de 8 limões durante 1 0 dias. 
Maçã • Refeições exclusivas 3 vezes por semana.
Melancia • Dieta exclusiva 1 dia por semana.* Durante a dieta, manter repouso. 
Melão • Dieta exclusiva 1 dia por semana. Durante a dieta, manter repouso. 

Plantas

Angélica • Chá de toda a planta (20 g para 1 litro de água) Tomar 5 xícaras ao dia. 
Bardana • Cataplasma quente das folhas, flores e raízes maceradas. Substituir a cada 1 hora. 
Guaco • Chá de toda a planta (20 g para 1 litro de água). Tomar 4 xícaras ao dia. 
Linhaça • Fazer massagens com óleo de linhaça sobre as articulações afetados para aliviar a dor e auxiliar no combate à inflamação.

Outros Tratamentos 

Geoterapia • Compressa local de argila com cebola ralada, com duração de 2 horas.  
Hidroterapia • Banho local de vapor com chá de alfafa, cavalinho e sabugueiro (80 g para 1 litro de água). Banho escalda-pés com duração de 20 minutos. 


Fonte - Medicina alternativa de A a Z

Em: Por condição 



   

Sobre o Blog


  Aqui pode encontrar as melhores informações sobre as diferentes medicinas alternativas. É recomendado falar sempre com o seu médico antes de dar início a um tratamento.

    

Práticas Alternativas © 2017